Há luz no fim do túnel?

17-06-2013 - Jornal A Gazeta
A  Resolução  13/2013  do  Senado  Federal,  com  a  redução  da  alíquota  do ICMS  interestadual  para  os  produtos importados, tem causado impacto nas atividades  econômicas  do  Estado.  A recente resolução já está causando estrago no movimento de cargas em nossos portos. Diante dos desafios, muitos enxergam um futuro sombrio. Mas será que existe luz no fim do túnel?

Os pesquisadores Acemoglu e Robinson afirmam que o progresso econômico de um país está diretamente relacionado à natureza  de  suas  instituições  políticas. Eles  argumentam  que  instituições  políticas  são  divididas  em  extrativistas  e inclusivistas. Extrativistas são aquelas nas quais um pequeno grupo econômico explora os recursos e inclusivistas as que permitem o acesso a muitas pessoas. Dentro  do  ponto  de  vista  de  empreendedorismo, o Fundap talvez tenha sido uma das primeiras políticas inclusivistas a serem  adotadas  no  Espírito  Santo.  A criação  do  Fundo,  em  1971,  permitiu, sem limites, que surgissem um grande número de empreendedores no Estado.

Pessoas de diferentes classes sociais abriram  empresas  de  despacho  aduaneiro, agências de cargas, corretoras de câmbio, transportadoras e, recentemente, de logística, distribuição, armazenagem e entreposto de mercadorias, entre outras. Entretanto,  não  podemos  nos  acomodar com o sucesso do passado. Precisamos dar continuidade na promoção de  instituições  econômicas  que  estimulem atividade econômica, inovação e o aumento da produtividade.

Dentro da ótica inclusivista, as obras públicas planejadas de rodovias, ferrovias e aeroportos contempladas no Proedes Integração Logística podem forjar um novo  ambiente  de  inovação  e  empreendedorismo através da inclusão da iniciativa  privada  nos  investimentos  em infraestrutura e promover novo ciclo de progresso. O foco em logística é apropriado,  pois  para  funcionar  bem  uma sociedade precisa de serviços públicos: estradas,  uma  rede  de  transporte  eficiente de modo, que os produtos possam ser  transportados,  e  um ambiente  de negócios amigável, como existe aqui.

Outro passo importante foi dado com o ativação de um novo serviço marítimo da Ásia até Vitória com tempo de trânsito menor e frete internacional mais baixo do que os atualmente praticados. Políticas inclusivistas, se implementadas adequadamente, deverão beneficiar tanto a Grande Vitória quanto o interior e permitir que pequenos empresários tenham acesso melhor ao vasto mercado brasileiro e ao exterior. Contudo, cabe aos empresários e governo trabalharem em conjunto para que as obras planejadas sejam efetivamente executadas.

FAMEX Comercial Importadora e Exportadora

Rua Abiail do Amaral Carneiro, nº 41, sala 101 - Enseada da Suá - Vitória/ES - 29050-908 - Brasil - Tel: 55 27 3324 1312

Danza Estratégia e Comunicação